Companhia das Letras

[RESENHA] Fim, de Fernanda Torres

Correndo o risco de me tornar repetitiva, tenho que voltar a afirmar o quanto essa capa, além de linda, é perfeita para a história criada pela atriz e agora escritora Fernanda Torres. Ao olhar para a foto da capa a primeira senção que tive foi que estava observando a vida de cada uma dessas pessoinhas na praia passar. Cada um com seus problemas, anônimos para o outro, seguindo com a vida da forma que lhe convém. Fim é como se a autora escolhesse uma dessas pessoas e mergulhasse na sua história até seus momentos finais.


A primeira pessoa que Torres volta o seu olhar é Álvaro, um velho ranzinza, amargurado, brocha e cheio de inveja dos seus melhores amigos: Ciro, Ramirez, Silvio e Neto. Todos apostavam que Álvaro seria o primeiro a encarar o fim da velhice por se tratar de um cara extremamente pessimista e cheio de cicatrizes de arrependimento. No entanto, começamos emaranhados nos pensamentos do senhor de meia idade enquanto ele retorna de uma consulta médica e percebemos que ele foi o único que sobrou do grupo.

“Depois do setenta a vida se transforma numa interminável corrida de obstáculos.” (p. 13)


Com uma escrita genial e um humor beirando ao negro, Fernanda Torres intercala capítulos com narradores em primeira pessoa, para mostrar a vida de cada um pelo seu próprio ponto de vista, e em terceira pessoa quando quer mostrar o ponto de vista de pessoas que conviviam com esses cinco amigos, como esposas e filhos. Dessa forma que vamos conhecendo Ciro, Álvaro, Neto, Ramirez e Silvio e percebemos que todos possuem um pouquinho das nossas mesmas sensações de conquistas, fracassos, arrependimentos, paranoias. Em resumo, todos eles são como cada um de nós, humanos.

Vou até cair em um senso comum e dizer o quão incrível é a habilidade da autora em se colocar na pele de um homem e transpassar tão bem o mundo desses seres cheios de testosterona. Mas, mesmo que o Álvaro não se encaixe nesse conceito, aproveito para  ressaltar que esse “mundo” é um produto de séculos nos quais se afirmava que homem que é homem tinha que ser durão, tarado, forte e destemido. Graças a deus, estamos vivendo uma quebra de paradigma mostrando que homens são tão sensíveis e cagões quanto as mulheres (muitas vezes até mais) e mulheres são tão destemidas e taradas quanto os homens (vide o sucesso que foi Cinquenta Tons de Cinza entre as mulheres).

“Entrei como saí. O homem não muda, transmita, sempre igual. Até a próxima eternidade” (p. 77)


Não darei mais detalhes  de cada personagem pois acho que ir descobrindo suas personalidades e peculiaridades é parte da graça da narrativa da Fernanda Torres. Posso dizer que apesar das falhas de cada um acabei me afeiçoado a todos os personagens, não me limitando apenas aos cinco amigos, e que Fim foi uma grande surpresa que fechou o ano de 2014 com chave de ouro 🙂

You Might Also Like

No Comments

  • Reply
    Thales Soares
    February 21, 2015 at 1:56 am

    Ah, eu to muito ansioso pra poder ler esse livro! Pelo jeito deve ser muito bom, além dessa capa que é muito bonita!!!

    http://criativosounao.blogspot.com.br/

  • Reply
    Bárbara Prince
    February 23, 2015 at 11:10 pm

    Também acho essa capa maravilhosa, Bá! Tenho bastante curiosidade para ler esse livro, mas também tenho um pouco de receio: a questão das diferenças entre gêneros é pra mim um assunto delicado e difícil de tratar sem falar besteira – e, pelo que você diz, a autora fala bastante disso. Mas pretendo experimentar mesmo assim. 🙂

    http://www.blogsemserifa.com

  • Reply
    babimontec
    February 24, 2015 at 5:44 am

    Essa capa é MARA! E o livro também 😉

  • Reply
    babimontec
    February 24, 2015 at 5:46 am

    EXperimenta! Experimenta! (entenda aqui)

    Acho que você vai gostar 😉

  • Reply
    Thais Cristina,
    February 24, 2015 at 11:28 am

    Sempre ficava intrigada com esse livro, por causa da capa, e sua resenha me deixou um pouco mais curiosa para realmente lê-lo. Normalmente não leio muito esse tipo de livro, sempre parto para o romance, mas há um tempinho li um chamado Sessão de Terapia e foi bom conhecer personagens mais "reais", sabe?
    Vou procurar mais alguma coisa sobre ele, com certeza.
    E ah, posso dizer uma coisa? Sua forma de resenhar está cada vez melhor, parabéns 🙂
    Beijão.

    http://www.missthay.com

  • Reply
    babimontec
    February 24, 2015 at 2:14 pm

    Ohnn, obrigada, Thay! <333

    Não conheço esse Sessão de Terapia, acho. Vou dar uma pesquisada nele depois 🙂

  • Reply
    Jessica Garcia
    February 26, 2015 at 10:13 pm

    Oi Babi, tudo bom? Eu já tinha visto você falar bastante de Fim em seus vídeos e foi ai que me deu a vontade de lê-lo. Também amo essa capa e é tão… magnifico imaginar a vida de cada pessoa li, né? Adorei a tua resenha! Beijo,
    http://entreeleitores.blogspot.com.br/

  • Reply
    babimontec
    February 27, 2015 at 5:06 am

    Brigada, Jess!! 🙂

  • Reply
    Tici Faria
    March 4, 2015 at 11:48 pm

    Eu também amo essa capa e sou apaixonada por esse livro mesmo sem ter lido ainda. Li apenas a amostra do primeiro capítulo e já fiquei encantada! A Fernanda além de ser uma ótima atriz, já provou que é também uma excelente escritora! Bjs!

    http://www.bibliophiliarium.com

  • Reply
    babimontec
    March 6, 2015 at 2:27 am

    Aaaah termina de ler!! Vale muito a pena conhecer todos os personagens 🙂

  • Leave a Reply